Uma meditação dos Mistérios Dolorosos - Março de 2012

1. A agonia de Jesus no Horto das Oliveiras

Não seja como Eu quero, mas como Tu queres.

A vontade do Pai é que seu Filho continue, custe o que custar, filialmente confiante e na solidariedade fraterna, demonstrando assim, num duplo e único Amor, uma inexcedível perfeição.

2. A flagelação de Jesus

Antes de O entregar, Pilatos mandou flagelar Jesus.

Assim se realizou a palavra do misterioso Servo: «Sabendo que o Senhor me iria ajudar, estendi as costas àqueles que me batiam». Senhor, sim, nós contamos com a tua ajuda!

3. Jesus é coroado de espinhos

Salve, rei dos judeus!

Os soldados teriam feito melhor se dissessem «Rei do mundo!» Com efeito, a cruz tornou-se o “trono” diante do qual se ajoelham todos os homens que procuram o caminho do Céu.

4. Jesus a caminho do Calvário com a Cruz aos ombros

Simão de Cirene leva a cruz atrás de Jesus.

Senhor, ensina-nos como Te ajudar a levar a cruz, em vez de a tornar mais pesada.

5. A crucifixão e Morte de Jesus

O Centurião disse «Verdadeiramente, este homem era filho de Deus!»

Esta declaração do Centurião revela que, em Jesus, a confiança em Deus era mais forte que todas as tentações associadas ao sofrimento. É nesta confiança que comungamos nas nossas Eucaristias.

No mesmo espírito: Mistérios Gozosos, Mistérios Luminosos e Mistérios Gloriosos

Category:
Portuguese