A devoção ao Rosário de Maria

Nossa Senhora, em Fátima, convida-nos a rezar o Terço do Rosário todos os dias, por intermédio dos três pastorinhos, Lúcia, Francisco e Jacinta, que fizeram desta oração a sua predilecção.

Os Pastorinhos foram almas rosarianas pelo incremento, pelo valor que deram à oração do terço, que a Igreja recomenda pela autoridade dos Papas. Diz-nos o Papa Leão XIII: “Há sem dúvida várias maneiras de alcançar a protecção de Maria, no entanto, nós consideramos a devoção do Rosário como a melhor e mais fecunda das orações”.

De facto, a oração do Terço do Rosário, com o conjunto dos Mistérios: Gozosos, Luminosos, Dolorosos e Gloriosos, acompanha de um modo notável a Redenção operada por Jesus Cristo em nosso favor.

Meditar o Rosário é rever em oração toda a história do Verbo feito carne, desde o nascimento em Belém, até à glória, na Ressurreição, na Ascensão, na vinda do Espírito Santo e na glorificação da Virgem Mãe de Deus.

“Rezem o terço todos os dias”, foi este o pedido que Nossa Senhora fez, em Fátima, em 1917, em cada uma das seis aparições aos pastorinhos. Com fidelidade, alegria e amor tenhamos em conta este pedido, esta exortação que Nossa Senhora continua a fazer a cada um de nós.

O Papa João Paulo II, grande devoto de Nossa Senhora, dá-nos o precioso exemplo do seu amor ao Rosário. De facto através da oração do Terço encontramos um itinerário de vida, um caminho espiritual, que nos leva a viver, com simplicidade de criança, uma entrega total ao Coração Materno de Maria, isto é, a vivência no dia a dia, da vontade de Jesus. Nem sempre isto aconteceu na vida dos cristãos.

Diz-nos o Papa João Paulo II: “Hoje os cristãos, em grande parte, sentem-se perdidos, confusos, perplexos... Muitos cristãos admiram Jesus e valorizam várias partes do seu ensinamento; todavia, Ele (Jesus) permanece distante: não é verdadeiramente conhecido, amado e obedecido... a grande tragédia da história é que Jesus não é conhecido e, por conseguinte, não é amado e não é seguido”.

A vivência do Rosário é caminho seguro para nos encontrar-mos com Jesus, com os Seus ensinamentos, e para os por em pratica no dia a dia. A devoção ao terço do Rosário leva necessariamente todo o cristão a uma conversão e a um renovado fervor a Deus.

Em Fátima a Virgem Imaculada renovou a Portugal e ao mundo a mensagem de salvação, insistindo em todas as aparições: - “Rezai o terço todos os dias!

É na manifestação dos mistérios do Rosário que nós descobrimos as maravilhas de Deus para connosco. Façamos do nosso Rosário um hino de louvor a esse Amor Infinito. Jesus disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida”. As suas palavras são uma revelação de amor. Os homens fora deste caminho não podem encontrar o Amor, não podem encontrar Deus nas suas vidas. Embora senhores de muitas qualidades, de muitos dons, falta-lhes o essencial: andam afastados do verdadeiro caminho que é Jesus Cristo. Andam tão afastados que Jesus os trata por cegos. Um cego a conduzir outro... neste mundo de maldades e de misérias.

O Santíssimo Rosário é caminho das almas na luz eterna da verdade e do amor a Deus. Foi para conduzir almas que a Santíssima Virgem o entregou a S. Domingos de Gusmão. O Rosário é o caminho do Céu.

Sejamos fiéis cumpridores da vontade de Deus como devotos fervorosos do Rosário de Maria e do Rosário Perpétuo e, nesta jornada da vida tenhamos Maria no nosso coração. As obras de Deus são marcadas pelo selo da cruz; as dificuldades despertam a fé e acordam na alma as forças que vencem o impossível e realizam o milagre.

De facto é a fé que faz da vida de um homem o irradiar para alem do tempo, analisando as coisas e julgando-as à luz perene da eternidade. A ânsia de viver o tempo que passa e a juventude que se perde, dá lugar àquela tranquilidade profunda de uma vida que sempre dura. Os associados do Rosário Perpétuo e Vivo são esses elementos firmes num mundo sem fé! Nas nossas orações e na Eucaristia pedimos o irradiar desta virtude.

Amemos e confiemos mais em Deus, que é rico em misericórdia, sempre pronto a perdoar-nos. Se cada um de nós colocar em prática a oração do Terço diário faremos de nós mesmos e das nossas famílias santuários dos Corações de Jesus e Maria.

Category:
Portuguese