Princípios orientadores do Apostolado do Rosário em Portugal

O conteúdo da Pregação do Rosário é, na sua essência, o conteúdo da Mensagem evangélica, da História da Salvação. Com a pregação do Mistério de Cristo é consequentemente pregado o Mistério de Maria e da Igreja e o Mistério de todos nós como baptizados.
O Rosário é uma contemplação cristológica, é o Evangelho resumido, abreviado para o povo de Deus. Tem quatro partes ou quatro momentos: reflexão, contemplação, seguimento de Jesus e louvor.
O valor e a eficácia do Rosário, e também a sua pregação, são reconhecidos, aceites e recomendados pelos Papas e demais Pastores da Igreja, pelos Mestres Gerais, Capítulos Gerais, Provinciais e demais Superiores Maiores da Ordem de S. Domingos. Por conseguinte, é pregação a manter e a aperfeiçoar cada vez mais.

O Apostolado do Rosário é aceite, pedido e apoiado pelos Bispos e párocos de Portugal e também pelas várias camadas sociais que integram as nossas paróquias e demais Comunidades cristãs de norte a sul do Continente, Açores, Madeira, ex-ultramar e é também muito vivido e apoiado por numerosos emigrantes portugueses.

O conteúdo do Apostolado do Rosário é apresentado de modo que o Mistério de Cristo e o Mistério de Maria - e também o mistério da nossa vida cristã - sejam bem conhecidos e vividos, como no-lo ensina a Sagrada Escritura, sobretudo o Evangelho, os Actos dos Apóstolos e as Epístolas de S. Paulo.
A pregação do Rosário, se feita conscientemente, exige o anúncio dos Mistérios da Incarnação de Jesus (Mistérios Gozosos), da sua Vida pública (Mistérios Luminosos), da sua Paixão e Morte (Mistérios Dolorosos) e da sua vitória sobre o pecado, a morte, o inferno e o demónio (Mistérios Gloriosos); ou seja: o anúncio de Cristo como Deus e como Homem que viveu, morreu e ressuscitou, e em Quem encontramos a resposta certa para todos os nossos problemas.

O Apostolado do Rosário realiza-se através do Kerigma ou anúncio do Mistério de Cristo e também através da pregação mariana, dando a conhecer a singularíssima missão de Maria na vida da Igreja, o que levará a um natural crescimento da devoção para com Ela e à recitação diária do seu Rosário. Deste modo, os cristãos manter-se-ão intimamente unidos a Deus através de Maria. Em síntese: o Apostolado do Rosário procura dar formação cristã e mariana.

Centros do Rosário (Perpétuo e Vivo) organizados nas paróquias e em diversas outras comunidades cristãs, com uma ou mais pessoas à frente, trabalhando em equipa em contacto com o Secretariado Nacional do Rosário. Cerca de 3 mil pessoas trabalham com o Secretariado.

Category:
Portuguese