A vida venceu a morte. Aleluia! Cristo ressuscitou, e nós com Ele!

A Quaresma tem sentido porque há Páscoa. Através dela, o povo cristão preparou-se espiritualmente para a grande celebração do cristianismo: a Páscoa, a Ressurreição de Cristo, fonte e razão de ser da nossa fé. “Aleluia, Aleluia! Cristo Ressuscitou! Eis o cântico de júbilo e de esperança, de alegria e de paz que ressoa por toda a terra: Cristo ressuscitou. Esta é a questão fundamental da nossa existência. “Se ressuscitastes com Cristo, procurai as coisas do alto”, grita-nos S. Paulo.

Era ainda escuro quando Maria Madalena desatou a correr para o sepulcro. O amor não pode esperar. O amor não dá voz à indiferença ou ao “já não vale a pena”... Maria Madalena mantém-se fiel a Jesus. Não aceita a lógica do mundo e do mal! Procura ansiosamente Jesus, o seu Jesus amado! Ela sabe que as grandes “causas” requerem busca e fidelidade. Foi assim que ela encontrou a sua Páscoa! Toda a Páscoa, poder-se-ia assim dizer, é uma corrida! Madalena, as santas Mulheres e depois, Pedro, João... todos correm.

O amor desperta energias, vigor e motivação. A tristeza paralisa e, com frequência, torna-nos “cínicos”, cheios de opiniões, mas incapazes de abraçar algo de grande e verdadeiro. Sim, a chave da nossa vida, está em fazer como Maria Madalena: Correr ao encontro do Amor, isto é, procurar Jesus em todos os momentos da nossa vida, em todas as circunstâncias, ir sempre ao encontro de Jesus. Foi o Amor que conduziu Maria Madalena à Ressurreição!”

Como Maria Madalena procuremos sempre caminhos de vida, de esperança, de ressurreição, de imortalidade. Deixemos o fugaz, o imediato, o passageiro.

A vida venceu a morte. Aleluia! Cristo ressuscitou, e nós com Ele!

Boas Festas Pascais!

Category:
Portuguese