Os Mistérios Dolorosos pelos jovens

1º Mistério – Contemplemos neste Mistério a agonia de Jesus no horto.

“Pai se quiseres, afasta de Mim este cálice; não se faça, contudo, a minha vontade, mas a Tua”(Lc 22, 42). Jesus, de joelhos, cheio de angústia, começa a rezar. Esta agonia torna-O profundamente humano aos nossos olhos, porque encoraja o esforço da vontade para aceitar o sofrimento.

Senhor, nós os jovens, somos o futuro, a esperança do amanhã a florescer... e como jovens que somos, temos muitos sonhos e projectos: queremos amar e viver na verdade e no amor a Deus e ao próximo, queremos mais solidariedade, mais paz... queremos fazer a vontade de Deus. Peçamos pelos pais, educadores, formadores e por todas as famílias, para que saibam apresentar aos jovens, Cristo como o ideal de Vida.

2º Mistério: contemplemos neste Mistério a flagelação de Nosso Senhor Jesus Cristo.

“Pilatos tomou Jesus e mandou-O flagelar.” (Jo 19, 1). Pilatos reconhece a inocência de Jesus, no entanto, a sua incoerência, leva-o a contentar a multidão.

Senhor, nós os jovens, hoje queremos reconhecer-Te no nosso mundo. Sabemos que nem tudo é fácil e que vivemos atulhados de distracções. Mas, queremos acreditar no Teu sofrimento e no Teu amor por nós. Queremos que as nossas vidas anunciem a salvação. Peçamos por todos os jovens, que ainda não encontraram Cristo e que Maria os acompanhe nos seus passos.

3º Mistério: contemplemos a coroação de espinhos.

“E tendo cuspido n’Ele, tomaram a cana e batiam-lhe na cabeça coroada de espinhos”. (Mt 27, 30). Entregue a soldados, Jesus foi sujeito a todas as humilhações. Todo o condenado, tem direito a ser tratado com dignidade, mas Jesus não o foi.

Senhor, nós os jovens, deparamo-nos com alguns espinhos no nosso caminho. Ajuda-nos a olhar para Ti, para sabermos viver a dor na esperança. Pois sabemos que a nossa vida tem rumo certo, quando vivemos a Tua Palavra. Peçamos neste mistério por todos os movimentos juvenis para que possam, com toda a dignidade, proclamar Cristo ressuscitado.

4º Mistério: contemplemos neste Mistério, Jesus a caminho do Calvário, sob o peso da Cruz.

“Carregando com a Cruz, Jesus dirigiu-se para o chamado ‘lugar do Crâneo’. (Jo 19, 17). A cruz, tem tantos nomes quantas as situações da vida. Levar a Cruz é sinal de valentia. Jesus deu-nos o exemplo.

Senhor, há muitos jovens doentes e deficientes que não suportam a cruz pesada da sua vida. Peçamos por eles, para que de forma corajosa acolham e abracem a Cruz.

5º Mistério: contemplemos a crucifixão e morte de Jesus na Cruz.

“Pai, em tuas mãos entrego o meu Espírito” (Lc 23, 46). Ao longo de infindáveis horas de agonia, Jesus pronuncia as palavras de cumprimento total da vontade do Pai.

Senhor, nós os jovens, muitas vezes crucificamo-nos a nós e aos outros: pelas palavras, pelas incertezas, pelas invejas, pelos orgulhos... que Maria, Mãe da Esperança, Nossa Senhora do Rosário de Fátima, nos ajude a nós e a todos os jovens cristãos a dizer: “faça-se a Vossa vontade”.

Category:
Portuguese